Manter-se empregável é certamente  uma das tarefas mais difíceis hoje. Sabemos que isto exige tempo e esforço, e, estar disponível para o mercado deve ser uma tarefa diária mesmo quando você já está empregado.

É normal que pessoas fiquem na zona de conforto, ou seja, assim que conseguem se posicionar no mercado de trabalho relaxam no assunto de manter-se empregável e acabam deixando a desejar em seus cargos, e somente tornam a pensar novamente em tornar-se empregável quando perdem seu cargo ou posição dentro da empresa.

Manter-se empregável deve ser uma missão pessoal de qualquer pessoa que quer trabalhar como profissional de CLT ou terceirizado dentro de alguma companhia.

Quando você escolhe manter-se empregável, acaba sendo uma pessoa mais interessante, pois manter-se empregável exige que estude diversas áreas para que esteja sempre disponível para uma oferta de trabalho nova.

 

O que posso fazer para ser uma pessoa empregável?

Certamente esta é uma pergunta em que temos que devolver para você.

Tornar-se uma pessoa empregável exige uma análise inter-pessoal, com humildade, descobrir seus pontos fortes e fracos e tentar melhorá-los.

O que podemos fazer para você é criar perguntas e respostas de: “O que” , “Como”, certamente este é um diferencial que pessoas de sucesso no mercado de trabalho usam para conseguir manter-se mais empregável a cada dia, deixando seus pontos fortes cada vez melhor e tentando amenizar seus pontos fracos.

“Não sei um idioma diferente”, o que posso fazer? “Irei me matricular em uma escola de idiomas”.

“Acho que no meu cargo se eu pudesse ter habilidade x seria interessante”, o que posso fazer para adquirir esta habilidade?

Estas perguntas pessoais devem ser feitas a cada momento, não como forma de se auto denegrir, mas sim como forma de motivação para que você consiga encontrar seus pontos fracos e melhorá-los, uma pessoa empregável está sempre estudando a si mesma, procurando seus pontos fracos e melhorando a fim de tornar-se uma pessoa mais interessante para o mercado de trabalho.

Compartilhe: